Síndrome Pós-Finasterida existe?


A Finasterida é uma medicação que age na inibição da enzima 5 alfa redutase que converte a Testosterona em Dihidrotestosterona, este um hormônio mais potente que a Testosterona e, desta forma, inibe a queda dos fâneros. Muito utilizada para tratamento de Alopécia Androgênica (calvície) tanto masculina quanto feminina. Alguns estudos em homens demonstraram sintomas de diminuição de libido, disfunção erétil, diminuição do orgasmo, além de aumento das mamas (ginecomastia), fadiga, ansiedade, depressão e até ideação suicida, e vem sendo caracterizada como Síndrome Pós-Finasterida, podendo, tais sintomas, persistirem por mais de 1 ano. Converse com seu médico se você faz uso de Finasterida e apresenta alguns deste sintomas.

Fonte: American Journal ir Men's Healthy, 2015, vol 9 (3) 222-228 - Viviane Chaves de Carvalho Rocha Endocrinologia e Metabologia CRM 3612 | RQE 1758


RECEBA

AS NOVIDADES

POSTS RECENTES

© Site desenvolvido por Agência Open Br