Dia Nacional de Combate ao Colesterol

ūüďĆ A dislipidemia √© caracterizada pela presen√ßa de n√≠veis elevados de lip√≠dio (gorduras) no sangue. Colesterol e triglic√©rides est√£o inclu√≠dos nessas gorduras, que s√£o importantes para que o corpo funcione.

ūüďĆ Nos dias atuais - onde predominam o sedentarismo; alimenta√ß√£o rica e abundante em a√ß√ļcar livre e gordura; a obesidade; o estresse; e o tabagismo ‚Äď os estudos t√™m mostrado que as placas de gordura nas art√©rias (circula√ß√£o) come√ßam muito cedo. A estimativa √© de que, aos 20 anos, cerca de 20% das pessoas estar√£o afetadas de alguma forma. Os eventos finais e prov√°veis deste processo, infarto e derrame, s√£o as maiores causas da mortalidade.

ūüďĆ O diagnostico √© feito, laboratorialmente, medindo-se os n√≠veis plasm√°ticos de colesterol total e suas fra√ß√Ķes (LDL ‚Äď colesterol ou ‚Äúcolesterol ruim‚ÄĚ e o HDL ‚Äď colesterol ou ‚Äúcolesterol bom‚ÄĚ) e triglic√©rides. A redu√ß√£o das taxas de LDL ‚Äď colesterol para os n√≠veis desejados, particularmente pelo emprego de estatinas (quando indicado tratamento medicamentoso) √© o que tem demonstrado maior beneficio na preven√ß√£o e diminui√ß√£o de mortalidade cardiovascular na popula√ß√£o geral.

ūüďĆ A Hipertrigliceridemia grave tamb√©m pode predispor √† pancreatite aguda.

ūüďĆ Existem basicamente dois tipos de dislipidemias: as primarias e as secundarias. As primarias s√£o de causa gen√©tica. As secundarias podem ser decorrentes de outras doen√ßas ‚Äď o diabetes descompensado, por exemplo ‚Äď e tamb√©m podem ser originadas pelo uso de medica√ß√Ķes ‚Äď diur√©ticos, betabloqueadores e corticoides. Situa√ß√Ķes como alcoolismo e uso de altas doses de anabolizantes tamb√©m podem alterar o perfil lip√≠dico.

ūüďĆ A obesidade tem influ√™ncia significativa no metabolismo lip√≠dico e deve ser encarada como importante fator na sua interpreta√ß√£o e tratamento.

ūüďĆ Pessoas com diabetes tipo 2 tem maior preval√™ncia de altera√ß√Ķes do metabolismo dos lip√≠dios. Assim, o tratamento da dislipidemia nesses pacientes pode e deve ser mais agressivo, a fim de reduzir a incid√™ncia de eventos coron√°rios fatais.

ūüďĆ Uma dieta pobre em gorduras saturadas (alimentos industrializados, margarina) e rica em mono e poli-insaturada (peixes, azeite de oliva, abacate, nozes, am√™ndoas, castanhas) √© fundamental para o tratamento da dislipidemia. A atividade f√≠sica moderna, realizada durante 30 minutos, pelo menos quatro vezes por semana, auxilia na perda de peso e na redu√ß√£o dos n√≠veis de colesterol e triglic√©rides. Mesmo assim, ainda pode ser necess√°ria a administra√ß√£o de medicamentos.

Fonte: SBEM


RECEBA

AS NOVIDADES

POSTS RECENTES

WhatsApp arnaldo ferreira